Mármore de outro mundo

Formação & Novas Tecnologias

Mármore de outro mundo

Nave espacial Juno (NASA) captura uma imagem impressionante

Não, não é uma imagem artística a recriar uma suposta realidade, nem edição de Photopea ou Photoshop!
A NASA, através da sonda Juno, fotografou o maior planeta do Sistema Solar e mostra-nos uma foto, no mínimo, impressionante.

Esta fotografia foi captada pela sonda espacial robótica da Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço, Juno, durante uma passagem mais próxima do astro.

A partir daqui, Júpiter ainda parece esférico, mas a distorção de perspetiva faz com que pareça mais uma pedra mármore.
Referiu a agência espacial norte-americana.

Uma imagem em close-up de Júpiter, mostra o planeta tempestuoso com detalhes impressionantes.
A maioria das imagens do astro são tiradas de longe, muitas são captadas a partir da Terra ou então de sondas a uma distância suficientemente grande que quase metade do planeta é visível.

No entanto, esta foto é composta de várias imagens tiradas relativamente perto, onde menos da metade do planeta era visível.

A Grande Mancha Vermelha – um furacão maior que todo o planeta Terra – aparece no canto superior direito da imagem.
O furacão propagou-se em Júpiter por pelo menos tanto tempo quanto os telescópios conseguiram observá-lo. Contudo, tal como na maioria dos fenómenos astronómicos, não foi imediatamente entendido após a sua descoberta.

Embora pequenos redemoinhos que alimentam o sistema de tempestades pareçam desempenhar um papel, um entendimento mais completo da gigantesca nuvem de tempestade continua a ser um tópico de investigação contínua – e poderia ajudar a lançar luz sobre os padrões climáticos aqui na Terra.

Além do grande furacão, também é visível na imagem, no topo das nuvens de Júpiter. Atentem a um cinturão horizontal escuro proeminente contendo uma nuvem oval branca e uma nuvem de zona branca, que circundam o planeta.

A missão de Juno, agora estendida até 2021, tem como objetivo descobrir Júpiter de novas maneiras.
Desta forma, a sonda já fez várias descobertas. Entre essas novidades está a informação de que o campo magnético de Júpiter é surpreendentemente irregular e que alguns dos sistemas de nuvem de Júpiter estão a cerca de 3000 quilómetros do planeta.

Tags: , , ,

%d bloggers like this: